Brinquedoteca

A importância da presença de brinquedotecas vinculadas a unidades de saúde fica explícita já no nome do programa responsável pela implantação desses espaços lúdicos: “Brincar é Coisa Séria”. Na Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Paulistano, a especificidade envolvendo a brinquedoteca, também chamada de “Oficina Ser Criança”, é que ela foi criada em parceria com a própria comunidade.

Com a experiência do trabalho neste ambiente já consolidada, além de levar o brincar a sério, a proposta da brinquedoteca revela-se como medida estratégica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para o cuidado e o bem-estar da criança e sua família. Por trás de momentos de recreação – regados a brinquedos, jogos, contação de histórias, livros e pinturas –, um trabalho de enorme relevância para promoção da saúde e humanização do atendimento à criança é executado.

Enquanto a brinquedoteca ajuda a transformar o acompanhamento médico em uma experiência com alguma dose de prazer e diversão, ela também resulta em eficácia para o trabalho da UBS, pois facilita a adesão e receptividade do usuário ao tratamento, ameniza a ansiedade da espera pela consulta, exame ou outros procedimentos clínicos e contribui para melhorar a interação e o diálogo com os profissionais. Os benefícios da brinquedoteca ainda se estendem para o desenvolvimento da saúde física, psíquica e emocional das crianças.

As brincadeiras têm função terapêutica para elas: estimulam a coordenação motora, a percepção visual, a aprendizagem, o uso da memória e do vocabulário, requerem senso de organização, atenção e concentração, potencializam a criatividade e incentivam a socialização e o convívio em grupo. As atividades na brinquedoteca são sempre coordenadas por brinquedistas, profissionais capacitados para resgatar e enriquecer o brincar da criança. O momento de descontração é propício para que as crianças e seus acompanhantes – adultos também são bem-vindos no espaço da brinquedoteca – se aproximem, fortalecendo os laços familiares. O trabalho de atenção à saúde das crianças vai além da brinquedoteca.

O atendimento tem continuidade com as visitas domiciliares realizadas mensalmente pelos agentes comunitários de saúde. Em 2001, a SMS, por meio da Diretoria de Gestão de Desenvolvimento Organizacional (GEDEO), fez uma aposta certeira quando passou a implantar brinquedotecas em suas unidades. Mais do que fazer valer o direito ao brincar assegurado por lei às crianças, regulamentado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), as brinquedotecas hoje são peças fundamentais para o cuidado e desenvolvimento da infância paulistana.